Bartolinite: causas, sintomas e tratamento natural

Bartolinite: causas, sintomas e tratamento natural

Este é um manual completo sobre Bartolinite, o qual traz informações que ninguém costuma contar a respeito do problema. Abaixo, você entenderá o que é Bartolinite, as causas emocionais que dão origem ao problema, além de dicas de autotratamento físico e emocional.

Glândulas de Bartholin secretam lubrificação feminina

Existem duas glândulas, localizadas no começo do canal vaginal, chamadas Glândulas de Bartholin. Elas são responsáveis por secretar a lubrificação feminina durante a atividade sexual, ou durante qualquer ato que cause atrito, no intuito de proteger a mucosa íntima. 

+ Mulheres confundem ejaculação feminina com xixi

No entanto, essas glândulas podem atrofiar por desuso, ou seja, falta de excitação, de sexo e até mesmo por diminuição de estrogênio, como é o caso da menopausa. 

Outro fator fator que contribui para a atrofia dessas glândulas é usar muito lubrificante industrializado, pois a glândula começa a não trabalhar corretamente e também acaba atrofiando, por ficar em desuso.

Bartolinite: a inflamação das Glândulas de Bartholin

Se a mulher tem as Glândulas de Bartholin atrofiadas e elas entram em ação, começando o processo de lubrificação, este líquido não consegue ser expulso corretamente. Assim, fica acumulado no local, gerando a Bartolinite. No começo, o entupimento da glândula pode causar um cisto no local que, a princípio, pode nem ser perceptível. Por isso, é comum que algumas mulheres tenham Bartolinite sem nem perceberem. 

Em outros casos, este entupimento começa a gerar algum tipo de desconforto no sexo e, em casos mais graves, gera dores mesmo sem atrito. Tudo dependerá do tamanho do cisto e se ele está inflamado. 

+ 3 tratamentos físicos para amenizar dor no sexo

Além disso, também é comum que ocorra uma proliferação ou entrada de bactéria neste local, gerando ainda mais dores, produção de bolas de pus na vagina, inchaço, incômodos vaginais mesmo em repouso e, algumas vezes, até mesmo febre. 

É possível ter relação sexual com cisto de Bartholin?

Se a glândula se encontra desinflamada, ou não causa dor, a mulher pode, sim, ter uma relação sexual tranquila. Inclusive, o próprio atrito produzido no sexo, durante a penetração, pode até fazer com que a glândula vaze e expulse o pus. 

No entanto, se a glândula está do tamanho de uma azeitona, isso normalmente acontece quando ela já está cheia de pus. E o pus trata-se de uma inflamação, que normalmente causa dor, impossibilitando a penetração, ou fazendo com que a atividade sexual seja extremamente dolorida e desconfortável. 

Bartolinite sinaliza culpas atreladas ao amor e sexo 

Agora que você entendeu as causas físicas da Bartolinite, é importante também aprender que existe um causador emocional para o problema. Enquanto seu tratamento não levar isso em conta, é provável que a Bartolinite continue reaparecendo em sua vida de tempos em tempos.

Para entender as questões emocionais por trás deste problema, é preciso saber que as águas de nosso corpo representam a emoção. Então, o líquido liberado no ato sexual representa a entrega emocional neste momento ou as dificuldades que a pessoa enfrenta. 

Clique aqui e veja quais situações em sua vida podem estar desencadeando o surgimento da Bartolinite

Para reabilitar Bartolinite, precisa tratar causa emocional

Em casos de Bartolinite, o que os médicos costumam aconselhar é esperar para ver se a glândula consegue se esvaziar sozinha. Senão, eles partem para um procedimento cirúrgico, no qual é feito um pequeno corte para retirada do pus. Este procedimento costuma ser extremamente doloroso para a mulher. E, em casos mais graves e radicais, ou seja, quando as glândulas inflamam repetidas vezes e doem muito, eles fazem a retirada delas.

No entanto, na prática existe um procedimento super simples de fazer e que quase nunca é levado em consideração: descobrir e tratar a emoção que está originando a Bartolinite. Porque essa é sempre a raiz do problema.

Conforme essas emoções forem eliminadas, compreendidas e perdoadas, a glândula também vazará a inflamação para fora, sanando o problema.

Clique aqui e veja dicas de 4 tratamentos para Bartolinite

Depoimento: mulher tratou causas da Bartolinite limpando útero e vagina

Certa vez, recebi mensagem de uma mulher que tinha Bartolinite. Ela já tinha passado por diversos tratamentos médicos, sem sucesso. Por isso, os médicos disseram que a única saída era a retirada da glândula. Sua cirurgia já estava marcada, mas antes ela entrou em contato comigo e partimos para o tratamento emocional do problema.

Quer saber como essa história termina? Clique aqui e descubra como esta mulher conseguiu ter sucesso em fazer vazar naturalmente as Glândulas de Bartholin inflamadas